Atendimento personalizado e exclusivo

Nutricionista

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone

© 2019 por Daniela Pane. 

 

Blog

BLISS: a evolução do BLW

August 16, 2016

O Baby-Led Weaning foi motivo de estudo por um grupo de nutricionistas e pediatras na Nova Zelândia, Canadá e Reino Unido. 

Imagem de WholesomBabyFood

 

BLW é uma abordagem para a introdução alimentar do bebê baseada na oferta de comidas manuseáveis, onde o bebê é encorajado desde início a aliementar-se sozinho. É um método que favorece alimentos integrais e em grande pedaços e já existem fortes indícios na comunidade científica que associam o BLW a benefícios, como menor risco de obesidade, melhor desenvolvimento motor, melhor aceitação de variedade de comidas e melhora na dieta do bebê. Além do fato de que existe uma relação muito importante entre o BLW e a manutenção do aleitamento materno prolongado. 

 

No entanto A OMS e outras entidades de saúde de diversos países, como é o caso do Ministério da Saúde no Brasil, não recomendam o BLW como uma abordagem para a introdução de alimentação complementar. Uma das razões para tal é a falta de estudos conclusivos sobre o método em geral, ainda que já existam alguns dados importantes.

 

Um grupo de pesquisadores multidisciplinares (Daniels Y Cols, 2015)  propuseram observar os pontos desfavoráveis Baby-Led Weaning, que já foram comprovados em estudos prévios, para conduzir uma pesquisa que visou aprimoramento desse método. 

 

1) Famílias que optam por esse método para a introdução alimentar tentem a oferecer alimentos pouco ricos em ferro, como frutas e alguns vegetais. 

 

2) Existe um risco aumentado de engasgo. Nos estudos prévios, os pesquisadores encontraram taxas muito altas de engasgos dentro do grupo de bebês que fazia a introdução alimentar via BLW. 

 

3) Por fim, o consumo energético da criança em BLW também é questionado. "Profissionais de saúde também sugerem que o BLW pode aumentar o risco de retardo no crescimento, porque bebês que seguem o método BLW podem não ser capazes de se alimentar sozinhos o suficiente para suprir suas demandas de energia para o crescimento. A densidade energética dos alimentos que são oferecidos pode também ser baixa (por exemplo, bebês em BLW podem acabar recebendo apenas frutas e vegetais, porque esses são os alimentos mais fáceis de se preparar como "finger food")"

 

Seria o BLISS uma evolução do BLW?

 

Bliss é um anagrama para o Baby-Led Introduction to Solids, ou Introdução aos Sólidos Conduzida pelo bebê - diferente do Weaning tradicional, que significa literalmente, desmame.

 

Através do estudo, os pesquisadores comprovaram que: comparados aos bebês em BLW os bebês BLISS tiveram melhor qualidade nutricional da dieta e menor risco de engasgo. Essas são as quatro características essenciais do BLISS, que pode ser entendido como uma sistematização cautelosa do ponto de vista nutricional, para o já difundido BLW:

 

1) Oferecer comidas que o bebê possa pegar sozinho (seguir a abordagem BLW)

2) Oferecer uma comida rica em ferro por refeição;

3) Oferecer uma comida de alta densidade energética por refeição;

4) Oferecer comida preparada de forma adequada ao estágio de desenvolvimento do bebê, para reduzir o risco de engasgo, e evitar comidas listadas como alto risco de engasgo.

 

 

 

Na prática, o que isso significa?

 

Significa que em todas as refeições deve ser oferecida uma boa fonte de ferro, como carnes, aves, peixes, gema de ovo, feijões. Também devemos nos preocupar com o aporte de energia, que pode ser garantido com batatas e outros tubérculos, raízes e frutas calóricas como banana ou abacate. E a apresentação dessas comidas também importa: os alimentos devem ser de textura suave, de modo que o bebê possa esmagar os pedaços entre língua e céu da boca. O BLISS sugere também evitar alimentos duros ou em formatos redondos com alto risco de engasgo, como uvas e tomatinhos cereja.

 

O estudo ainda complementa aspectos comportamentais da introdução alimentar, como não ter pressa e jamais alimentar o bebê distraído com telas ou outros aparatos. Ressalta a importância da alimentação enquanto prática cultural e social, com o bebê inserido sempre no contexto familiar. 

 

O estudo comprovou que, com esses pequenos ajustes no método BLW, as preocupações com o aporte de ferro e calorias, bem como os riscos de engasgo podem diminuir consideravelmente. Maravilha! Ciência, comportamento e cultura à serviço da saúde de nossos pequenos! 

 

Aqui no Blog Dani Pane você vai acompanhar as novidades sobre o Bliss, com o suporte acadêmico desse interessante estudo e suas implicações nutricionais!

Venham sempre!

 

 

 

Bebê Gourmet é a oficina sobre introdução alimentar mediada por Dani Pane - nutricionista e engenheira de alimentos especializada em alimentação materno-infantil!

 

PRÓXIMA DATA : 10/09

LOCAL: Espaço Nascente - Rua Zaíra, 60

GARANTA SUA VAGA!

Clique para inscrever

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

Mais Lidos

Arroz branco ou integral?

October 26, 2016

1/8
Please reload

  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon
Arquivo do blog
Please reload

Me acompanhe